05 alimentos naturais para cachorro

Seu cachorro é seu melhor amigo, você poderá confiar nele qualquer que seja a situação e eles merece o melhor cuidado do mundo, a partir disso, algumas pessoas tem discutido sobre o quão válido é dar para o cão um alimento industrializado como a ração, se não é mais ideal gerir uma alimentação balanceada através de produtos naturais para seu cachorro.

Existe muito prós e contras nessa discussão, a ração é de fato, um alimento   processado por uma indústria e pode trazer malefícios para seu cachorro, por outro lado, é algo feito a partir de pesquisas minuciosas. Mas, a ração é feita a partir dos alimentos reais então por que não fornecer diretamente ao seu cachorro o alimento natural? A partir disso, vamos fazer uma lista de 5 alimentos naturais para seu cachorro e também certos cuidados nesta alimentação, estas que são aprovadas por veterinários e super confiáveis para alimentar seu pet.

Seguir um padrão de uma dieta saudável e natural para seu pet pode trazer muitos benefícios a saúde dele, como melhor hidratação, menos problemas de pele, a imunidade vai aumentar e vai evitar muitas doenças que podem ser causadas pela ração com pedra nos rins.

Como o GPABrasil explica, alimentos naturais não são restos de comida!

Carnes

O cachorro pode comer qualquer tipo de carne, é a parte mais importante na dieta de um cachorro, ele precisa de proteína. Sua fonte pode ser qualquer uma, bovina, suína, de ave… O cachorro pode comer qualquer tipo de proteína animal.

O ideal aqui é que seja uma proteína animal magra, o animal pode ingerir até mesmo fígado e vísceras em geral, estas que têm grande quantidade de proteína saudavel.

Crua ou Cozida?

O mais natural seria a carne crua, porque segue a natureza animal do cachorro. Por outro lado, não temos 100% de certeza sobre a procedência da carne que compramos no mercado e por isso, o ideal é que seja feita cozida para evitar qualquer intoxicação alimentação.

Não dê ossos?

Apesar da ideia que construímos sobre o fato de cães gostarem muito de ossos, a prática de comer ossos principalmente, os de carne cozida, pode ser muito perigosa. Isto porque o cão engole o osso quase que inteiro e se alguma ponta ou até mesmo osso mal mastigado ferir o estômago do cão pode deixar ele doente ou até mesmo levar à morte.

2. Legumes

Os cachorros por mais incrível que pareça gostam de legumes, é algo que agrada seu paladar. E para uma dieta balanceada a presença de legumes é fundamental por conta dos nutrientes que eles trazem. O seu cachorro pode comer praticamente todos legumes crus, desde que seja bem lavados e retire as folhas e tudo mais.

Basicamente, prepare os legumes para seu pet conforme você fosse comê-los. No caso de tubérculos, como a batata é preciso que você cozinhe para retirar a toxina chamada de solamina, que pode causar dores no estômago.

3. Frutas

Como para as dietas ideais dos seres humanos, os animais também precisam de frutas em seu cardápio, porém, dentre todos os alimentos citados esses devem ser os servidos com mais cuidados, porque alguns podem ser agressivos ao seu cão, lembre que o organismo do seu cão é diferente do seu e precisa ter muito cuidado em dar frutas a ele.

Frutas cítricas como abacaxi, laranja e limão devem ser evitados a todo custo por terem grande taxa de ácido que não irão fazer bem para eles. O abacate e a uva não podem ser dados em nenhuma circunstância, o estômago do cachorro não está preparado para eles.

O resto das frutas é permitido e recomendado, elas precisam ser lavadas, sem casca, caroço e sem sementes, são ótimas opções de lanches durante o dia e também opções para dias quentes.

4. Nada de temperos

O paladar no cachorro não é como o nosso, por isso, não é necessário e nem recomendado que coloque temperos na preparação da comida do cachorro. Cebola, Alho e outros temperos comuns para o ser humano podem fazer muito mal para seu cachorro ou simplesmente fazer ele perder o interesse na comida. Por isso, o recomendado é que a comida para seu cachorro não tenha nenhum tempero ou no máximo uma pitada de sal.

Por isso não podemos dar restos da alimentação humana para cachorros, nossos temperos não são legais para eles.

5. Sorvetes naturais

Sim, você leu certo, sorvetes naturais são uma opção excelente para seu cão em dias com temperaturas mais quentes. Claro que não é um sorvete comum, eles devem ser preparados sem açúcar, chocolate, café e conservantes. Apele para receitas totalmente caseiras, podem ser tanto doces ou salgadas. Elas servem basicamente para deixar seu cão nutrido e hidratado nos dias mais quentes. Você pode usar leite no preparo, mas recorra a leites vegetais como leite de soja ou leite de arroz.

Boas combinações de alimentos naturais

Algumas ideias de combinações podem ilustrar o cardápio do seu cão, por exemplo: Arroz, carne de origem magra (como peito de frango), abobrinha e fígado de frango é uma refeição balanceada e ideal para seu cão.

Beterraba + Arroz + Carne magra + Coração de frango + Abobrinha

Ovos cozidos + Batata doce + fígado + abobrinha

Água

Para que seu cão consiga se adaptar bem ao cardápio natural e também seja o mais saudável possível é muito importante você sempre fornecer a ele muita água, tanto nos alimentos quanto água mesmo. Porque a hidratação plena é uma forma de garantir a saúde de seu animal.

Por fim, é importante lembrar que o ideal é você buscar um especialista para lhe dar as instruções dedicadas para o seu cão, cada raça, tamanho e idade tem suas singularidades, por exemplo, cães mais idosos precisam ingerir mais cálcio do que outros e um cardápio melhor será feito para este caso. Outra coisa que pode variar é a quantidade de comida que devemos dar para evitar o sobrepeso do cão. Portanto, a ideia de alimentação natural para um cachorro é muito boa, porém, deve ter acompanhamento e cuidado necessário, tanto por parte dos donos como de profissionais na área da veterinária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *