Cervejaria Holanda – Cervejaria artesanal em Parnamirim

Referência nesse segmento, no estado do Rio Grande do Norte, a Cervejaria Holanda tem conquistado o paladar de quem é apaixonado por cerveja

Por volta de 2009, o empreendedor Alysson Holanda havia se convencido de que a única bebida alcoólica que não lhe fazia mal era a boa e velha cerveja. Porém, no Brasil havia uma certa dificuldade de encontrar boas cervejas.

“Nessa mesma época, minha esposa Rúbia apresentou, a mim e ao meu pai Francisco Lima, um curso que estava sendo ministrado pelo dono da cervejaria Falke Beer de Minas Gerais, empresa pouco conhecida aqui na região Nordeste. Assim teve início a minha paixão pelo universo vasto e promissor das cervejas artesanais. Foi quando resolvemos fazer nossas próprias cervejas. O que parecia um sonho despretencioso trouxe-nos ao que somos hoje, ou seja, de Homebrews (produtores caseiros de cerveja) passamos em outubro de 2016 a microcervejeiros”, afirma Alysson Holanda.

Com um ano de funcionamento, em 2017, a Cervejaria Holanda havia ampliado sua produção e construído um segundo galpão. “Iniciamos também uma fase de maturação de nosso setor comercial, ampliando a rede de parcerias, lançando o serviço de Delivery, vendas no site e implantação de um sistema de visitações agendadas”, explica. A Cervejaria fica localizada na cidade Parnamirim.

Cervejaria Holanda É A Melhor Cerveja Artesanal Do RN

Cervejaria Holanda Parnamirim

Vale ressaltar que, todas as cervejas são produzidas com matérias primas de excelente qualidade, ou seja, com cepas de leveduras geneticamente atestadas por laboratórios de renome internacional, com variedades específicas de lúpulos importados de acordo com o estilo de cerveja e maltes selecionados das melhores maltearias nacionais e  internacionais. 

No mix de cervejas da Cervejaria Holanda estão a Prima (da categoria das American Lagers), a Perfekt (uma cerveja mista de trigo, inspirada principalmente nas cervejas Kölsch originalmente produzidas na cidade de Colônia na Alemanha), a SagIPA (fusão do nome da bela praia de Sagi com a categoria Índia Pale, a qual pertence), a Nova Amsterdã (com receita baseada na Escola Belga e inspirada nas cervejas Belgian Dark Strong ALEs) e a Gabriela (uma homenagem a obra de Jorge Amado. Inspirada nas cervejas Irish Red ALE, mas também na escola Belga, devido ao uso das especiarias cravo e canela em sua formulação). 

Por fim, a série de cervejas Rúbias (uma homenagem à esposa de Alysson). Pertencentes a categoria das Blond Ales, muito populares na Europa e principalmente na escola Belga. São cervejas leves, de baixo teor alcoólico, baixo amargor, temperadas de três maneiras, com maltes de cevada caramelo, na blond original, com maracujá na Passion e com abacaxi na Pineapple.

Veja também – Os 10 melhores Barzinhos em Natal para você conhecer

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *