Coronavírus: como pedir delivery e ir ao mercado e não se contaminar

Coronavírus: como pedir delivery e ir ao mercado e não se contaminar

A crise gerada pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, trouxe muitas mudanças para o estilo de vida das pessoas. Uma delas, por exemplo, é que precisamos pensar em como ir ao mercado e não se contaminar.

O mesmo vale para pedidos recebidos via delivery, entregas de encomendas e muito mais. Se alimentar virou uma operação de proteção para evitar pegar a doença causada pelo novo coronavírus.

Mas e aí, como ir ao mercado e não se contaminar? Como pedir um delivery a salvo? É o que veremos a seguir!

Como pedir um delivery sem correr riscos

Para muitos restaurantes delivery, a quarentena do coronavírus é um problema, mas também uma oportunidade.

Afinal, com as pessoas em casa, elas tendem a pedir mais comida pelos aplicativos. Não é à toa que um dos maiores aplicativos do país já anunciou ter tido um aumento de 30% no número de pedidos nas últimas semanas.

Por isso, trabalhar por entregas é o caminho para os restaurantes diminuírem suas quedas e manter-se funcionando.

Para que isso aconteça, no entanto, o público consumidor precisa saber como pedir um delivery de maneira segura.

É preciso lavar a embalagem com álcool gel 70%? Ou será que não há riscos sérios de contaminação?

De acordo com o FDA americano, pedir comida pelo delivery é seguro desde que se sigam os protocolos de distanciamento adequados.

Os principais aplicativos de entrega do mercado já oferecem o sistema de entrega sem contato. Nesse caso, o entregador deixa a embalagem com o pedido na porta do prédio ou da casa e fica a alguns metros de distância enquanto o cliente não chega.

Isso garante que a entrega é feita sem contatos diretos e, portanto, sem risco de contaminação.

Em relação aos papéis das embalagens, eles devem ser jogados fora imediatamente depois de levados para casa.

Para reduzir ainda mais o risco de contaminação, o melhor é lavar as mãos antes de ir buscar o pedido, usar luvas plásticas, uma máscara profissional e, quando chegar, jogar fora as luvas e a embalagem.

No entanto, esse cuidado todo é uma barreira de proteção excessiva a mais para tranquilizar a mente do que pensar em realmente uma defesa contra o vírus, já que não se sabe de nenhum caso de uma pessoa que tenha sido contaminada por causa de um delivery.

Por isso, a entrega sem contato, os equipamentos de proteção e o lavar a mão antes e depois do evento já é o suficiente para se prevenir do novo coronavírus.

Como ir ao mercado e não se contaminar 

Outra preocupação das pessoas é como ir ao mercado e não se contaminar com o coronavírus. Afinal, todos os lugares com muita gente são pontos de proliferação do vírus.

No entanto, a mesma matéria do FDA garante que são poucos os riscos de contaminação no supermercado, a não ser que alguém contaminado tussa perto de você ou encoste nas suas coisas.

Um dos principais medos das pessoas é que alguém espirre ou fale e as gotículas de água que carregam o vírus e fiquem no ar mesmo minutos depois. Assim, podemos passar por um corredor “infectado” e ser contaminado.

No entanto, esse risco só é real em espaços onde ficamos parados, como em casa. Por isso é importante abrir as janelas para criar um fluxo de ar que remova as gotículas.

Quando estamos em movimento, nosso próprio corpo cria distorções no ar que afastam as gotículas do nosso corpo.

Por isso, é baixo o risco de se contaminar simplesmente por andar no supermercado. O mais importante é se manter longe das outras pessoas para evitar contato físico.

Em relação aos produtos, também é improvável ser contaminado por eles. No entanto, vale a pena ir de luva ao supermercado e passar um álcool gel 70% nas embalagens quando voltar para casa.

Tenha atenção, no entanto, ao pagamento com o caixa. Isso porque é fato que o dinheiro é um ponto fértil para contaminação, assim como os meios de pagamento.

Por exemplo, uma máquina de cartão de débito ou crédito pode ter recebido o toque de centenas de pessoas antes de você e, portanto, uma delas pode ter estado infectada.

Por isso, é importante usar o álcool gel 70% assim que fizer o pagamento ou usar o sistema de pagamento sem contato que muitos cartões oferecem.

Além disso, usar uma luva é uma boa medida de proteção na hora de adicionar a sua senha do cartão para evitar ser contaminado.

Esses são os cuidados básicos para garantir que você poderá  ir ao mercado e não se contaminar. No entanto, lembre-se de usar sempre a máscara. Ela não impede que você se contamine, mas protege as outras pessoas caso você esteja com o vírus, mas não apresente sintomas. Se todos usarem a máscara, o risco de contaminação é muito menor.

E aí, gostou do conteúdo? Então compartilhe essas dicas nas redes sociais para que seus amigos também vejam este artigo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *